EU E MINHAS EMOÇÕES, UM RELACIONAMENTO DE SUCESSO

O nosso cérebro é uma máquina fantástica, que nos proporciona otimizar resposta para ganhar tempo e economizar energia. Porém ele também nos induz a seguir padrões de resposta para situações que deveriam ser analisadas e interpretadas de forma diferente.


Essa indução pode ser chamada de resposta por associação, nosso cérebro ao captar os estímulos externos através dos nossos sentidos (visão, audição, gustação, olfato e tato) cria o que chamamos de realidade, e essa realidade é armazenada para otimizar o aprendizado, melhorar o tempo de resposta, evitar problemas entre outras coisas.


Quando você passa por uma situação parecida ou idêntica a outra já vivenciada, a sua memória entra em ação para resgatar a experiência vivenciada e lhe apoiar em uma nova tomada de decisão. Porém, muitas vezes a situação é apenas parecida com a anterior que gerou uma memória, não idêntica e a resposta que você já utilizou não serve mais.


É nesse momento que a Inteligência Emocional deve ser colocada em prática.


Não caia na cilada de tratar todas as pessoas da mesma maneira, ou agir sempre do mesmo modo em todas as situações, você deve analisar cada contexto para aí sim tomar a melhor decisão, e agir.


Isso é utilizar a sua Inteligência Emocional, vamos há um exemplo:


Vamos dizer que você acabou de ser promovido e foi convocado para a sua primeira reunião de fechamento mensal, onde deveria apresentar os resultados da sua área há diretoria e seus pares. E nessa reunião o seu desempenho foi baixo, tanto na oratória, quanto na explicação técnica.


O seu cérebro capitou tudo o que aconteceu e armazenou, para utilizar com referência para as próximas situação. Como a situação foi um fracasso e vexatória, todas as vezes que você recorda dela seu cérebro descarrega a mesma carga hormonal que você vivenciou no evento, e assim você sente as mesmas emoções (medo, vergonha, sentimento de inferioridade).


Ao se depara com a mesma situação no mês seguinte o seu cérebro trabalhará por associação, com a experiência anterior que foi negativa, sendo assim o nosso instinto nos leva ao afastamento desse tipo de evento, bloqueando nossas ações, limitando a criatividade e o medo domina você.


Porém, na realidade a situação não é a mesma, elas são apenas semelhantes.


É nesse momento que ter conhecimento sobre as suas Emoções, e sobre os seu Padrões e Tendências é fundamental. Pois ao perceber que a situação é apenas semelhante abrisse uma janela de oportunidade para quebrarmos o padrão construído pela associação e agirmos diferentemente.


Lembre-se: “loucura é continuar fazendo as mesmas coisas e esperar resultados diferentes” Albert Ainstein.


Por isso, pessoas que dominam a Inteligência Emocional sabem que cada situação é única e devemos fazer um julgamento preciso sobre o que está acontecendo, e nunca agir apenas com o prejulgamento já instalado em seu cérebro.


Se você se encontra em “piloto automático” é hora de estacionar e aprender a viver em harmonia com as suas emoções para ter um relacionamento de sucesso com elas.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square